Vidas Pretas Importam!

0

O dia da consciência negra já começa com a notícia do assassinato de João Alberto Silveira Freitas, conhecido como “Nego Beto”, homem negro de 40 anos, espancado até a morte por dois seguranças do Carrefour em Porto Alegre na noite de ontem.
Nada poderia simbolizar melhor a opressão aterradora sofrida pelo povo negro nesse país há séculos.

A data de hoje, 20 de novembro, marca a morte de Zumbi, em 1695, que juntamente com Dandara liderou o Quilombo dos Palmares. Os quilombos eram (e ainda resistem até hoje) como locais de emancipação do povo negro, constituindo um modelo de organização social coletivo e anti-sistêmico, lutando para quebrar os grilhões reais do passado e os metafóricos da atualidade.

A luta antirracista é de primeira ordem no Brasil, já que vivemos num país extremamente racista que nega o seu preconceito estrutural construído desde a colonização e escravatura. Lembremos que, até pouco tempo, a mídia hegemônica fazia questão de colocar em suas novelas uma personagem negra lendo o livro “Não somos racistas” do diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

Contudo, a luta do movimento negro, por todo o mundo, vem crescendo, o que também acontece no Brasil. O encarceramento em massa e o genocídio histórico da população preta nas favelas e periferias tem gerado cada vez mais revoltas, escancarando a força do povo nas ruas.

Mesmo assim, a violência armada do estado continua a operar como uma máquina implacável de guerra, não dando trégua nem durante a pandemia de Covid-19. Vale lembrar que das centenas de milhares de mortes de brasileiros causada diretamente das ações e inações dos governos Bolsonaro/Mourão, Witzel e Crivella, a maioria é de pobres e negros.

Não podemos deixar de ressaltar também a luta das mulheres negras que sofrem ainda mais com o machismo, sendo atingidas pelo desemprego e superexploração do trabalho – cada vez mais intenso durante a pandemia.

“Pega a querosene, nem corre nem treme, taca fogo nessa falsa paz”, já diria a canção da banda El Efecto. Temos um cenário de violência em diversos níveis e significados contra o povo preto, por isso, não é nenhum exagero afirmar nesse 20 de novembro: “Fogo nos racistas!”

#consciencianegra#carrefourassassino#justiçaparabeto#vidasnegrasimportam

Sugestões de música:

https://youtu.be/WySBEVaxP1M

https://www.facebook.com/294115957326904/videos/1791463644258787

https://youtu.be/fWKII3AjFXg

https://youtu.be/QyJPAp9WSYI


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ADCEFET-RJ
Proudly powered by WordPress | Theme: Shree Clean by Canyon Themes.